sexta-feira, 17 de junho de 2011

Sexta é dia de colchão!

A frase que mais ouço/leio na sexta feira: “Não acredito que você não vai sair!”
Se as pessoas tivessem noção do quanto eu amo estar em casa elas não diriam isso!
Tem gente que é desesperado pra sair, porque é tão intolerante que não consegue suportar a si! Outros são tão covardes que tentam fugir de problemas enchendo a agenda de compromissos sociais e quando por acaso elas não tem o que fazer inventa logo qualquer lugar pra ir. Alguns não aguentam a própria família, não suportam mães e pais, cinco minutos na sala com eles equivalem a cinquenta dias de tortura. Certamente existem aqueles que não têm nenhum desses problemas e saem porque simplesmente gostam de sair, muito raro existir, mas existem.
Eu prefiro assim, eu gosto assim no sossego de casa, um filme deitada num colchão jogado na sala e com edredom com cheirinho gostoso de amaciante. Claro que se o celular toca... “O que você está fazendo? Posso ir aí?” eu não ligo de dividir o colchão, o edredom, o filme, a pipoca, a coca-cola, o coração...

0 comentários: