segunda-feira, 20 de junho de 2011

Diga-me as atitudes de ser ex e eu te direi quem é

Ontem, conversando com uma amiga sobre atitudes de ex namorados após o fim, descobri que não foi apenas eu quem já sofreu com isso. Nesta conversa concluímos “ele não é o mesmo que namorei.” Será que os homens se transformam durante o namoro e voltam a ser os mesmos ou são eles mesmos e depois se transformam? Claro que depois do fim atitudes mudam, pensamentos mudam, mas será que eles eram conosco quem realmente eram? “And the Oscar goes to...” Provavelmente passei por interpretações bem convincentes! Educados, carinhosos, maduros... Até que um dia percebemos que eram assim conosco, mas sozinhos são opostos a essas qualidades. Será falha de caráter, desvio de personalidade, bipolaridade, safadeza ou apenas teatro pra nos ter por perto? E se o relacionamento continuasse iríamos descobrir isso quando? Bem, provavelmente tarde demais!
Chegamos à conclusão que se eles continuassem os mesmos, com as mesmas qualidades, nós não conseguiríamos ficar tanto tempo separados. “Onde eu estava com a cabeça que o deixei escapar?” O cara continuou o mesmo e quem sabe com o fim se tornou um homem que nos valorizava mais e aquele amor reacendeu e nos Reapaixonamos, pronto: “Voltamos!”
Concluímos também que se acabou e eles começaram a agir como imbecis, não há a mínima possibilidade de reconciliação e o que ainda talvez estivesse vivo por dentro, acaba sendo massacrado por tanta atitude de ignorância. “É, com essa atitude ele só prova que não era a pessoa certa pra mim.”
Assim, vamos aprendendo que talvez nunca vamos conhecer profundamente alguém, mas o importante é sabermos quem somos e o que queremos.

3 comentários:

Eula Carrara disse...

O fato é que
..se ex fosse bom, não era ex...

HAHAHAHA \brinks

Anonimo! disse...

Infelizmente nossos coracoes e mentes nao sao como computadores, nos quais podemos ''deletar''algo ou no caso um sentimento...

Facil dizer: ''Ele nao era a pessoa certa pra mim''

Dificil é: Assumir que ele ainda faz falta... Quem sabe as virtudes eram raras apesar dos defeitos...

desenterrando coisas! Santo Pai, why? kkkkkk

Anonimo! disse...

Saiba perder e entao nao se preocupará mais com o passado...