quarta-feira, 22 de junho de 2011

Buhhhhh!

Tenho escutado barulhos estranhos no piso de meu quarto, de baixo da minha cama. Brinquei com minhas amigas “Acho que tem um fantasma me assombrando”. Uma delas disse que quando era solteira vivia ouvindo coisas pelo quarto, mas agora que está casada não ouve mais nada. Ah, então trata de uma perseguição as moças solteiras?
Interessante como alguns “fantasmas” rondam nossas vidas e fazem questão que notemos sua presença, seja em um amor mal resolvido, uma amizade mal resolvida, uma palavra não dita... Situações que assombram nossa mente até que criamos coragem para resolvê-las. Isso pode levar dias, meses e até anos (eu que sei), mas o tempo acaba espantando assombrações por nós e quando tudo estiver seguro não teremos mais medo de olhar em baixo da cama.
Confesso que convivi muito tempo com um fantasma, mas era um fantasminha camarada que ressuscitou e hoje me “assombra” no modo carne e osso. Mas pelo menos não é mais um assombro de lembranças, meu Gasparzinho não está mais apenas na caixinha dentro da gaveta da mesa.
Infelizmente tenho ainda que enfrentar sustos de assombrações cutucando meu piso, nem preciso fazer valer minha fama de forte e corajosa, como já disse, o tempo acaba exterminando esses fantasmas por mim.

0 comentários: