quarta-feira, 16 de junho de 2010

Cola seu rosto no meu rosto, enrola seu corpo no meu corpo agora está na hora de dançar.


Hoje acordei meio menina abandonada.

Minha mãe não para de falar da viagem dela com minha irmã, que implica eu passar uma semana em casa sozinha, eu a TV o CD player e os livros. Eu gosto de ficar sozinha, mas tem certos dias no mês que peço cafuné até do Anapolino (o gato). Nunca soube explicar se tem haver com ovulações ou coisas do tipo e estou sem tempo de pesquisar no Google sobre isso, mas se alguém souber me avise! Bom, faz tempo que não posto por aqui e muitas coisas aconteceram:

  • Um suposto relacionamento começou;
  • Peguei uma gripe do meu primo que me fez passar a segunda-feira em casa;
  • Vi pessoas no aniversário da tia G que eu pensava que tinham morrido;
  • Recebi muitos elogios quanto ao meu cabelo mais claro;
  • Fiquei sabendo de uma festa PLOC anos 80 que vai rolar sábado e eu já comprei ingresso;
  • Dia dos namorados é mais interessante sem namorados; (macarrão delicioso na casa de uma colega e muitas cantadas... Abafa!);
  • A Igreja do Jundiaí pode ser a melhor opção por esses dias;
  • E o jogo do Brasil seria melhor se fosse só o povo da família mesmo, sem amigos de amigos de primos. (raivinha)

Enquanto vou deixando minha carência passar, e ela sempre passa, vou seguindo a vida, continuando ouvindo o velho Chico voltando a cantar a música voltei a cantar, lendo o velho livro de vampiros, e mantendo minha promessa de não mais assistir GLOBO, a não ser quando obrigada a ver o jogo, já que a imagem da TV Band infelizmente deixa a desejar. Por hoje estou carente, e vou acabar minha noite com um pote de brigadeiro, embaixo das cobertas, assistindo DVD musical e com certeza achando que melhor que esse momento não existe!

1 comentários:

Eula Carrara disse...

Vem pra Minas!!!