sábado, 4 de julho de 2009

Você está descascado!


Minha amiga tinha um bauzinho que eu adorava, era todo feito de colagens de notícias de quando ela era adolescente, ano 89, e eu sempre parava pra olhar, admirava mesmo, pois foi um "serviço" muito bem feito a confecção do bauzinho. Um dia ela se mudou e deixou pra mim o baú e logo depois eu mudei de casa também.

Pouco tempo depois eu reparei um descascado no cantinho direito na parte inferior do baú, e aquilo me incomodava, deixei de admirar o baú e só reparava o descascadinho minúsculo que nem correspondia a 2% do baú. Eu, sempre que olhava procurava uma solução pra aquele arranhado que talvez eu mesma na mudança causei, e nem mais reparava o bauzinho por conta disso.

Daí passei a perceber como é válido tal desprezo também em nossas vidas, várias vezes abandonamos amigos por causa de um defeito, ou por um erro cometido, mas bem pequena coisa que nem corresponde a 2% daquilo que o amigo tem de bom. Passamos a fugir e não admirar mais, no começo que tudo era lindo, novo e sem problemas estávamos lá, felizes e animados em conviver, um deslize... Um descascadinho de nada. Basta! Não convivo mais com você!

Encobrimos nossos descascados, e achamos que seremos sempre admirados.

Voltando ao bauzinho, hoje eu o Admiro de novo, nem consigo mais reparar o defeito, tirei-o do armário e coloquei em minha mesa, pra que todos vissem e inclusive estou escrevendo esse texto olhando pra ele, e se ele não fosse matéria, eu diria que ele deve estar olhando pra mim e pensando: "Poxa, vida, quantos descascados!" Mas talvez ele não deixasse a minha mesa por isso.

Você está deixando o amigo por 2% de descascado? Mas e os teus?

"Em todo tempo ama o amigo..." PV 17:17